Cuidados fundamentais com o transporte de cargas perigosas

 em Sem categoria

No Brasil, é considerada carga perigosa aquelas que podem prejudicar de alguma forma o meio ambiente, pessoas e a segurança pública. Os itens considerados perigosos, tem como característica, serem de origem biológica, química ou radiológica.    

Para facilitar o entendimento, essas substancias podem ser classificadas em 9 categorias diferentes, elas são:

  • Gases que se dispersam facilmente;
  • Sólidos inflamáveis;
  • Líquidos inflamáveis;
  • Materiais radioativos;
  • Substâncias infectantes ou tóxicas;
  • Peróxidos orgânicos e substâncias oxidantes;
  • Materiais explosivos;
  • Substâncias corrosivas;
  • Outros Itens e substâncias perigosas que não se enquadram em outras categorias.

Devido ao grande perigo que esse tipo de material oferece, fazer o transporte deles é uma grande responsabilidade, pois, se não for feita da maneira certa, pode ser prejudicial. Por isso, veja algumas dicas e cuidados que devem ser tomados com a sua frota de veículos ao fazer o transporte desse tipo de carga.

Cuidados fundamentais

O cuidado com esse tipo carga deve acontecer desde o armazenamento, até a gestão das licenças, no entanto, durante o transporte alguns cuidados extras devem fazer parte da rotina da sua frota, confira quais são eles:

• Mantenha a documentação em dia

No transporte de cargas perigosas, a remessa deve vir acompanhada de um documento que declare a natureza das mercadorias. Existem algumas especificações que devem ser seguidas e o documento deve estar de acordo.

Lembrando que esse documento pode variar de acordo com o estado. Além disso, não apenas a carga, mas o condutor também deve estar com os documentos em dia, assim como o veiculo utilizado.

•  Faça o uso correto de EPI’s

O uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) não apenas reduz os danos causados em acidentes que envolvem materiais perigosos, mas também evita a aplicação de multas pela falta do uso, ou pelo uso incorreto deles.

Por isso, sua utilização é essencial para os condutores da carga e também para todos aqueles que podem manipulá-la em algum momento.

•  Cuidado com a embalagem

A legislação brasileira, também define alguns requisitos para a embalagem de cargas perigosas, para garantir que sejam transportadas em segurança. Estes requisitos podem evitar, por exemplo, que um tipo combustível passe por combustão, por isso, eles devem ser transportados em tanques com controle de temperatura.

Esse mesmo procedimento vale para outras categorias de cargas perigosas, que precisam também ser muito bem sinalizadas.

Sobre a sinalização

Como mencionado, as embalagens devem ser bem sinalizadas, para que a identificação seja feita facilmente, principalmente em situações de risco, como acidentes e vazamentos.

Em casos de resgate ou limpeza, é possível reduzir danos quando o produto é identificado e neutralizado em segurança. 

Deu para perceber que muitos cuidados devem ser tomados ao fazer o transporte de  cargas perigosas, não é? Também é válido reforçar a importância de um sistema de rastreamento para sua frota, que pode ser um grande diferencial e garantir ainda mais segurança para a carga e as pessoas envolvidas. 

Clique no botão abaixo e conheça os planos da Nipponsat. 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário